A construção da metodologia

Logo Portal Jurídico Magis, criado pela AGEJ - Associação Guimarães de Estudos Jurídicos

A construção da metodologia costuma ser um tema pouco abordado nas universidades. Em regra, a matéria é apresentada em um semestre e é pouco aplicada de maneira prática por aqueles alunos que não realizam iniciação científica. Em razão disso, esse texto possui como um dos principais objetivos a desmistificação do processo metodológico de escrita, principalmente voltado para a área jurídica.

A metodologia trata dos processos de construção de qualquer atividade. No caso aplicado aos textos acadêmicos, a metodologia se refere a todas as etapas de construção do conteúdo, desde a delimitação do tema até as considerações finais. Sendo assim, a metodologia não diz respeito tão somente ao tópico referente a ela. Pelo contrário, este tópico é apenas uma síntese de todo o processo de elaboração do texto. Neste sentido, a metodologia constitui um processo anterior, concomitante e posterior ao desenvolvimento da revisão de bibliografia.

Ainda, a metodologia se trata de estratégias utilizadas no decorrer do texto. Pensando nas principais estratégias metodológicas, nossa professora referência Miracy Gustin destaca que são elas: estudo de caso, pesquisa participante, pesquisa-ação, survey, etnografia, cartografia sociojurídica, histórias de vida, análise de discurso etc.1

Cada uma dessas estratégias realizar-se-á mediante a escolha de procedimentos mais adequados à sua natureza metodológica e aos aspectos teóricos a que está interligada na pesquisa. Os procedimentos são, em geral, os seguintes: levantamento bibliográfico, observação e imersão; diário de campo e registro das informações; coleta e análise de documentos; coleta e análise de legislação; coleta e análise de jurisprudências; aplicação de questionários entrevistas; conversas e discussões; grupos focais; análise de cotidiano entre outras.

Essas estratégias metodológicas e procedimentos, é claro, serão apenas aqueles previstos pelo projeto da pesquisa. Podemos classificar as estratégias e procedimentos, preliminarmente e com finalidade didática, em dois grandes grupos: A) as pesquisas empíricas (de campo); B as pesquisas teóricas.

As pesquisas empíricas (de campo) são estratégias integradas de investigação que organizam os procedimentos segundo um caminho crítico.2 

Neste sentido, já podemos partir para as etapas metodológicas. Na primeira etapa (anterior ao desenvolvimento da revisão bibliográfica), a metodologia possui a função de planejar o modo como o projeto de pesquisa e o texto final serão desenvolvidos. Neste momento, as principais atividades referentes ao processo metodológico serão entender o prazo de execução da pesquisa, elaborar um cronograma de execução e identificar os desafios para a escrita. Com isso, o pesquisador conseguirá não só organizar as atividades conforme o tempo, mas também possíveis imprevistos demandados em razão dos níveis de desafios antevistos.

Na segunda fase (durante o desenvolvimento da revisão bibliográfica), o processo metodológico será estabelecido de acordo com a organização da pesquisa de materiais, leituras, fichamentos, reflexões críticas e escrita da revisão de bibliografia.3 O principal objetivo do pesquisador nesse período será registrar (mentalmente ou em um caderno de anotações)4 o modo como as informações foram coletadas, escolhidas, analisadas e utilizadas. Estes detalhes são extremamente importantes para a próxima parte. Sem a documentação delas, a construção do tópico referente à metodologia ficará prejudicada.

No terceiro estágio (posterior ao desenvolvimento da revisão bibliográfica), é o momento de descrever o modo, o método e as fontes de pesquisa. Neste ponto, o pesquisador deve utilizar um livro de metodologia de sua área para auxiliá-lo na construção de etapas mais formais (p. ex. método de abordagem e técnica de pesquisa). E, além disso, pode também utilizar de técnicas mais livres para, literalmente, descrever como construiu a pesquisa. Ao utilizar os mecanismos formais e informais da metodologia, o pesquisador cumpre a aderência aos aspectos metodológicos tradicionais e, também, apresenta percepções inovadoras de desenvolvimento do texto acadêmico.

Por fim, é importante lembrar que a atenção ao edital para o qual o texto está sendo submetido também demonstra a observância da metodologia. Isto porque sua satisfação comprova cuidado com os requisitos individualizados pela instituição. Portanto, é de extrema importância o cumprimento das regras ali expostas quanto à forma e ao conteúdo.

Diante disso, é possível concluir que a metodologia não se refere apenas a um tópico do texto. Ela envolve toda a elaboração da pesquisa, desde a etapa de planejamento até a fase de finalização. Para que detalhes importantes não sejam esquecidos, recomenda-se utilizar um bloco de notas para registrar como os dados foram coletados, escolhidos, analisados e utilizados. Por fim, ao construir o tópico referente ao processo metodológico, é importante abordar não só as questões tradicionais apontadas por livros de metodologia de cada área de estudo, mas também aspectos inovadores.

____________________

Márcia Carolina Santos Trivellato

Olívia Maria Silva Felício

 

Referências

________________________________________

1. GUSTIN, Miracy Barbosa de Sousa; DIAS, Maria Tereza Fonseca. (Re)pensando a Pesquisa Jurídica: teoria e prática. 5. ed. Belo Horizonte: Del Rey, 2020, p. 153.

1. GUSTIN, Miracy Barbosa de Sousa; DIAS, Maria Tereza Fonseca. (Re)pensando a Pesquisa Jurídica: teoria e prática. 5. ed. Belo Horizonte: Del Rey, 2020, p. 153.

3. Para entender mais sobre o tema, ler o texto “A construção da revisão de bibliografia”, 2022. Disponível em: https://magis.agej.com.br/a-construcao-da-revisao-de-bibliografia/

4. Recomenda-se o registro escrito em um bloco de anotações, pois a memória pode esquecer algum detalhe e, por conseguinte, pode dificultar o processo de explanação metodológica.

Compartilhe nas Redes Sociais
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Continue Lendo
Anúncio