Categoria: ,

Direito, Ética e Cidadania: Estudos em homenagem ao professor Jorge Luiz de Almeida

Direito-etica-e-cidadania.png

Em 2020 foi lançada a obra coletiva “Direito, Ética e Cidadania: Estudos em homenagem ao professor Jorge Luiz de Almeida”, organizada por Carlos Alberto Ferri, José Luiz Gavião de Almeida e Lélio Maximo Lellis.

Jorge Luiz de Almeida foi um jurista exemplar, seja enquanto professor, promotor de justiça ou desembargador. Quem conviveu com o mesmo aprendeu a admira-lo pelo brilhantismo e postura irrepreensível.

A referida obra trata de diversos temas, tais como: responsabilidade civil, direito de família, obrigações, direito do trabalho entre outros, mas, sempre tendo como perspectiva Ética, Cidadania e Direitos Humanos.

A obra conta com apresentação, de autoria da Família Gavião de Almeida; texto inaugural, de autoria de Marco Antonio Marques da Silva; e texto de encerramento, de autoria de Tábata Makowshi de Oliveira Gavião de Almeida e José Luiz Gavião de Almeida.

Bem como 18 artigos:

A Responsabilidade Civil dos pais pelos filhos menores, de autoria de José Pedro Makowski de Oliveira Gavião de Almeida e José Luiz Gavião de Almeida; O Papel do Poder Judiciário na adoção, de autoria de Artur Marques da Silva Filho; Família: Realidade para construção de sociedade digna, de autoria de Edison Tetsuzo Namba; Família Real no Brasil e o início das Codificações, de autoria de
José Geraldo da Silva e Roberta Ceriolo Sophi; Os aspectos Jurídicos e Éticos da prática Savior Siblings, de autoria de Michely Vargas Del Puppo Romanello e Jose Geraldo Romanello Bueno; Parentalidade Socioafetiva, de autoria de Jorge Shiguemitsu Fujita; A Inconstitucionalidade da distinção de regime sucessório entre cônjuges e companheiros, de autoria de Marcos Antonio Benass; Vontade dos contraentes como elemento suficiente à existência e validade do casamento, de autoria de Paulo Rogério Bonini; Breves anotações sobre a reforma do Direito das Obrigações da França: as transformações relativas à extinção do contrato por inadimplemento e um paralelo com o sistema brasileiro, de autoria de Claudio Luiz Bueno de Godoy; Obrigações de meio e de resultado: responsabilidade médica, de autoria de Daisy Gogliano; A coexistência perene dos fundamentos da responsabilidade civil, de autoria de
Renato Kim Barbosa; A responsabilidade civil dos notatários no Brasil, de autoria de Maria Gabriela Venturoti Perrotta; Implicações das Fake News na Responsabilidade Civil Digital: a eclosão de um novo dano social, de autoria de Glayder Daywerth Pereira Guimarães e Michael César Silva; A Constitucionalização do Direito Civil e seus reflexos nas relações privadas, de autoria de
Maria Cristina Kunze Dos Santos Benassi; A proteção do direito à imagem: o limite da exploração dos pais sobre os filhos, de autoria de Roliandro Antunes Da Costa
e Gabriely Cristine De Souza; Violação do direito a própria imagem do educador à distância, de autoria de  Moisés Alves De Souza; Propriedade Intelectual: Mercosul – União Europeia e indicações geográficas, de autoria de  Victor Hugo Tejerina Velázquez; O medo do desemprego como forma de exploração dos trabalhadores na sociedade pós-moderna: reforma trabalhista brasileira com falso escopo de aumentar os postos de trabalho, de autoria de  Rodrigo Wasem Galia.

Importa destacar que o Colunista do Magis, Glayder Daywerth Pereira Guimarães, integra essa obra.

Para os leitores interessados em se aprofundar na temática, o livro – de 334 laudas – se encontra à venda nos sites da Editora CRV.

____________________

Equipe Magis

Compartilhe nas Redes Sociais
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Continue Lendo
Anúncio