Recalculando a rota após a reprovação no Exame de Ordem

young-businessman-working-with-computer-remotely

No dia 01 de junho de 2022, foi divulgada a lista definitiva de aprovados na segunda fase do XXXIV Exame de Ordem. Nas páginas dedicadas ao certame é possível notar um extenso número de reclamações referente às correções realizadas. Muitos candidatos falam até mesmo sobre impetrar Mandado de Segurança para garantir a aprovação. Minha opinião sobre essa estratégia? As pessoas temem recalcular a rota em vários momentos da vida e, diante de uma reprovação, isso não é diferente. Por isso, se apegam a mil métodos e promessas pra evitar o inevitável.

Nesse momento, o ideal é lidar com a frustração, erguer a cabeça e repensar no que pode ser feito. “Bater de frente” com a organizadora da prova, em raras exceções, traz a aprovação. Isso não quer dizer que discordo que as correções realizadas pela banca foram desastrosas.

A estratégia de impetrar Mandado de Segurança me remete à seguinte cena: você está caminhando pela rua, bate o pé numa pedra que não viu, ao invés de olhar para baixo ou contornar a pedra, volta um passo atrás e bate o pé na mesma pedra. Sim, a prova da OAB pode ser uma pedra no meio do caminho para muitos, cada um tem uma necessidade. O que quero dizer é que em alguns momentos de nossas vidas, seguir em frente é o caminho ideal para lidar com as frustrações.

Pode ser que você pense: “Ana, você não passou de primeira na OAB? Não tem “lugar de fala” para opinar sobre uma vivência que não é sua”. Sim, passei de primeira e não sei a dor de reprovar no Exame de Ordem. Entretanto, ao longo da vida tive que lidar com várias frustrações e reprovações, chorei, relutei sobre o resultado, mas enxerguei tudo como um recomeço.  Apenas dias, meses, depois fui entender que realmente aquela reprovação veio no tempo certo.

Então, o que seria ideal pensar num momento de reprovação? Primeiramente, lide com suas emoções, se quiser chorar, chore, se quiser ficar na “fossa” por uns dias, fique. Depois comece a pensar: Como vou recalcular a rota? O que vou fazer nesse período de quase três meses para a repescagem? Vou dar uma pausa nos estudos? Vou mantê-los diariamente? Vou mantê-los em um ritmo menor? Não se desgaste ainda mais nessa situação dolorosa. Sinta as emoções e recomece!! Ninguém gosta de se frustrar, mas a decisão sobre como lidar com a frustração é sua.

Ainda que você esteja precisando da OAB para conseguir um trabalho, repensar estratégias profissionais em alguns momentos será necessário, esse é um deles. Tente verificar as possibilidades de atuação no mercado de trabalho como bacharel, veja as possibilidades de um estágio de pós. Por incrível que pareça… Não é o fim do mundo, esse “perrengue” vai passar.

Por fim, um lembrete para esse momento: a Carteira Profissional não consta o número de reprovações que você obteve, não se preocupe com isso. Tente se desprender da necessidade de passar no Exame para que o caminho se torne mais suave. É comum que em certames como esse as emoções prevaleçam sobre conhecimentos técnicos. Por isso, tirar o “peso” da aprovação de suas costas pode auxiliar na obtenção do resultado pretendido. Vá no seu tempo, faça o que tiver que ser feito e confie no seu potencial.

____________________

Ana Beatriz Martins da Silva Pedrosa

Compartilhe nas Redes Sociais
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Continue Lendo
Anúncio